Entre em contato

(61) 3035-8200

(61) 99873-0700

Funcionamento

SEG-QUI • 8h às 18h
SEX • 8h às 17h

Blog Oncotek

Reumatologia: tudo o que você precisa saber

3 de agosto de 2017

Uma das especialidades da medicina que mais gera dúvidas por parte dos pacientes é a reumatologia. Confundida com ortopedia e clínica geral, a área desempenha um papel muito importante quando o assunto é dor.

O reumatologista é responsável por cuidar dos problemas não cirúrgicos que atingem as articulações, ossos, músculos, tendões e ligamentos. Ele também trata das doenças autoimunes – processo onde o corpo ataca suas próprias células –, que causam inflamações em qualquer órgão do corpo.

Normalmente, o que leva o paciente a procurar este especialista espontaneamente é a dor crônica.

“Quando existe um quadro doloroso sem nenhuma associação, é que os pacientes vêm se consultar. Mas também temos os casos de encaminhamento ou por dor crônica ou por qualquer doença autoimune diagnosticada por outro especialista”, explica Marianna Pereira, reumatologista da Oncotek.

As patologias mais frequentes variam entre artrite, fibromialgia, osteoporose e lúpus. Por apresentarem sinais diversos, o diagnóstico depende principalmente da auto-observação do paciente. Isso, junto a exames físico, laboratorial e de imagem, permite uma análise precisa e utilização eficaz de medicamentos para controlar os incômodos.

 

“É muito importante que o paciente relate todos seus hábitos e esteja atento a todas as características da dor. Em qual hora do dia é mais intensa, se piora ao realizar algum movimento, se surge em repouso… Isso ajuda detectar se a dor é causada por postura, por exemplo, ou por processo inflamatório.”

Drª Marianna Pereira- Reumatologista

Traumas, esforços repetitivos e até os impactos emocionais podem levar à dor crônica, mas o caso das doenças autoimunes é mais complexo. É necessário observar o histórico familiar do paciente, sintomas e como eles vêm se apresentando, pois eles não surgem de forma súbita.

O tratamento, para os dois casos, é feito com medicação para controlar a dor e outros sintomas, pois não há cura. Entretanto, a dor crônica pode ser prevenida.

“O peso do corpo é distribuído em articulação e músculo, se a musculatura não for fortalecida, todo o peso vai para a articulação, que não aguenta e inicia o processo de degeneração. A principal forma de combater as doenças reumatológicas que não tenham fundo genético é o reforço muscular”, recomenda a médica da Oncotek.

Reumatologia e câncer
Esta especialidade tem uma relação íntima com o tratamento oncológico. Diversas medicações utilizadas em pessoas com câncer causam perda de massa óssea, podendo levar à osteoporose. Esses pacientes também podem ser acometidos por processos inflamatórios e dor, tanto pelo tratamento quanto pelo próprio tumor.

“Inicialmente o oncologista precisa ter o conhecimento que o tratamento pode causar osteoporose e encaminhar ao reumatologista. Assim nós podemos acompanhar o quadro e prevenir o desenvolvimento da doença com medicamentos. O mesmo acontece com as inflamações e dores ocasionadas pelo tumor”.

Diante destes fatos, aqui na Oncotek nós possuímos a Reumatologia entre nossas especialidades para oferecer um tratamento completo, atuando nas mais diversas frentes para promover ganho de qualidade de vida.

Remodal