Entre em contato

(61) 3035-8200

(61) 99873-0700

Funcionamento

SEG-QUI • 8h às 18h
SEX • 8h às 17h

Blog Oncotek

Você sabe o que é Xerostomia?

30 de outubro de 2017

A Xerostomia é o termo médico para definir a popularmente chamada “boca seca”. O termo vem do grego “xeros”, que significa seco, e “stoma”, que quer dizer boca, e é caracterizado pela produção insuficiente de saliva pelas glândulas salivares.

Além do envelhecimento, vários fatores podem levar à diminuição salivar, entre eles estresse, tabagismo, o uso de determinados medicamentos e o tratamento oncológico. A Xerostomia é mais comum em pacientes que recebem a terapia para câncer da cabeça e do pescoço, mas diversos agentes quimioterápicos e a radioterapia podem temporariamente diminuir a quantidade da saliva, fazendo com que a boca seca seja um dos seus principais efeitos colaterais.

A saliva desempenha um papel muito importante no nosso organismo. Ela contém diversas proteínas que ajudam na digestão de alimentos, na atividade anti-bacteriana – prevenindo problemas como cárie e gengivite – , e na manutenção do pH oral – neutralizando os ácidos da boca.

A falta de saliva em pacientes em tratamento de câncer pode dificultar a alimentação, por isso damos algumas recomendações simples que podem ajudar nesse processo, entre elas:

  • Dar preferência à dieta líquida a pastosa, utilizando alimentos de alta umidade, como sopas, caldos, molhos, vegetais com molho e purê;

  • Higienizar a boca com freqüência;
  • Facilitar o aumento da ingestão de água, acrescentando limão e outras frutas cítricas;
  • Fazer estimulação da saliva com balas de limão e chicletes sem açúcar;
  • Evitar alimentos secos, como pães, torradas e bolachas. Evitar também bebidas alcoólicas, alimentos muito quentes e oleosos e produtos integrais;

  • Usar protetor labial.

Dependendo do grau da xerostomia recomenda-se o uso da saliva artificial. Atualmente, podemos encontrar no mercado o produto Thicken Up Quench, que ativa o nervo Trigêmeo causando estímulos olfativos e gustativos e, consequentemente, estimulando a glândula salivar.

A ação desse produto dura, em média, 20 minutos e favorece a alimentação dos pacientes oncológicos, aumentando a aceitabilidade dos alimentos e da água. Com isso, diminuímos os riscos de desidratação e também de perda de peso.

Outro ponto positivo do produto é que pode ser utilizado por pacientes renais e seu sabor é muito agradável.

A sugestão de uso é 1 sachê para cada 100 ml de líquido alguns minutos antes das refeições.

Dra. Talita Silva Neves

Nutrição

Sabendo que poderia ajudar as pessoas a controlar e, principalmente, a prevenir doenças através dos alimentos, a Drª Talita Neves escolheu a Nutrição como profissão.

Remodal